_MG_1608.jpg
Pintando 9.jpg
Sala-sofá-1.jpg
img_2438-1.jpg
Untitled 32.jpg
POKARA DAMPHUS KAT BUDA 25-09-06 - 3.jpg
_MG_1608.jpg

keka


SCROLL DOWN

keka


Keka Mendes

Hoje, no meio da arte contemporânea, fala-se muito de arte e vida. Algumas pessoas, entretanto, transformaram sua própria existência em desafios que não se encontram distantes daqueles artísticos. É bem possível que seja o caso de Keka Mendes quando observamos sua trajetória e a diversidade de experiências ao longo da vida.

Pintando 9.jpg

ARTE


ARTE


Sala-sofá-1.jpg

REFORMAS


REFORMAS


Reformas

Keka assumiu o papel de arquiteta e sempre desenhou e dirigiu a reforma dos ambientes em que trabalhava até os mínimos detalhes. Em Ipanema, no Rio, depois a volta à serra. Essa experiência se espalhou pelo nordeste onde construiu desde habitações com cobertura em sapé e uma linda casa de carnaúba. 

 Keka transforma cocheiras e currais em lindas casas com móveis de madeira reciclada e decoração descolada.

A mais recente intervenção arquitetônica de Keka Mendes é a verdadeira transformação de seu próprio atelier, de novo na região serrana do Rio de Janeiro. É uma mudança radical da pobre construção inicial na agradável edificação que serve de residência e local de trabalho ao mesmo tempo.

img_2438-1.jpg

Culinária


Culinária


Culinária

Keka sempre foi apaixonada por gastronomia, trabalhou como Chef em chartes de luxo pelo Mediterrâneo, Bahamas, Capadócia e Galícia. Teve restaurante em Itaipava, na região serrana do Rio de Janeiro e em Ipanema. Faz deliciosas tortas e uma inesquecível paella.

Saiba mais >

Untitled 32.jpg

Aventuras


Aventuras


Aventuras

Campeã brasileira de Vôo livre, já pulou de para-quedas e pratica snowboard, Keka é apaixonada por adrenalina

POKARA DAMPHUS KAT BUDA 25-09-06 - 3.jpg

Viagens


Viagens


Viagens

Além de boa parte da Europa, percorreu a Índia de uma ponta a outra, acumulando inúmeras experiências que influenciam sua vida até hoje, há dois anos, Keka  partiu numa viagem solitária com seu land rover, que ela batizou de Jack,  pela América do Sul, com destino a Ilha de Chiloé e o deserto do Atacama. Percorreu 16 mil quilômetros em 45 dias entre o Chile e a Argentina, margeando a Patagônia.  No caminho aprendeu uma antiga e tradicional arte, conhecida como guasqueiro, de trabalhar o couro cru.